Angicos: MPRN pactua entendimento com professora investigada por improbidade administrativa


Imagem: Ilustração
Uma professora que estava ocupando três cargos públicos, e que teve sua situação investigada pela Promotoria de Justiça da comarca de Angicos, região Central do estado, aceitou celebrar ajustamento de conduta pelo cometimento de ato de improbidade administrativa e evitar responder judicialmente pelo ato.
A apuração foi conduzida pelo Ministério Público do RN (MPRN), após representação de cidadão feita por e-mail e de maneira anônima.
A investigação comprovou que a professora estava ocupando três vínculos públicos: nos municípios de Angicos e de Fernando Pedroza, bem como no Governo do Estado.
Ela concordou em desligar-se de um dos vínculos e ainda a pagar multa no valor de R$ 1 mil, o que já foi plenamente cumprido, com o depósito do valor da multa em conta do estado.
O ajustamento de conduta foi homologado pelo Poder Judiciário na comarca de Angicos, salienta informação do portal virtual da instituição ministerial.
Na sentença judicial, o magistrado destacou que “a celebração do compromisso de ajustamento de conduta com o Ministério Público não afasta, necessariamente, a eventual responsabilidade administrativa ou penal pelo mesmo fato, nem importa, automaticamente, no reconhecimento de responsabilidade para outros fins que não os estabelecidos expressamente no compromisso”.
 
 
 

Publicidade




LIGEIRINHO ÁGUA E GÁS. a entrega mais rápida da cidade, tel (9090) 3521-2272 /9694-8448 ou 9970 4613.comprando o seu botijão Brasil Gás, você ganha cupon e concorre a premios no final de cada mês, Av.  Centenário/ centro Macau, organização Gilmar e Elidiane
 

Nenhum comentário

Publicidade