RN tem 189 gestores públicos com contas reprovadas, aponta TCU

G1 RN

Natal e Parnamirim lideram cidades com mais gestores reprovados no estado. Gestores podem ser considerados inelegíveis para as próximas eleições.


O Rio Grande do Norte tem 189 gestores públicos com contas reprovadas nos últimos oito anos. A informação consta na lista com 7,4 mil gestores no Brasil com contas reprovadas entregue pelo Tribunal de Contas da União (TCU) à Justiça Eleitoral. De acordo com o levantamento, o número de gestores potiguares reprovados corresponde a 2,5% do total de pessoas com contas rejeitadas.
A relação contém nomes de pessoas físicas que tiveram contas julgadas irregulares com trânsito em julgado (sem possibilidade de recurso) nos oito anos anteriores à realização das próximas eleições, marcadas para outubro deste ano.
De acordo com o TCU, em alguns casos, um mesmo gestor era responsável por mais de uma conta. O Rio Grande do Norte, por exemplo, registrou 270 contas reprovadas de 189 gestores nos últimos oito anos.
No RN, Natal e Parnamirim lideram o número de contas e pessoas reprovadas. Na capital foram registradas 107 contas e 75 pessoas reprovadas e em Parnamirim foram 21 contas e 11 pessoas reprovadas. Mossoró teve 16 contas e 10 pessoas reprovadas.
Com a divulgação dos nomes, o Ministério Público Eleitoral, candidatos, coligações e partidos poderão solicitar ao TSE a análise de eventuais candidaturas que podem vir a ser inviabilizadas.
Cabe à Justiça Eleitoral declarar a inelegibilidade de um responsável que esteja na lista encaminhada pelo TCU.
Ainda segundo o TCU, a relação poderá sofrer alterações até a data das eleições, uma vez que ainda há julgamentos pendentes de análise no tribunal. 



Nenhum comentário

Publicidade