Cinco PMs mortos no RN em 2018



O mês de janeiro ainda não acabou e os números revelam uma violência sem tamanho. Cinco policiais militares foram executados em 2018 no Rio Grande do Norte. O primeiro caso foi registrado no dia 07 passado (um domingo) na Rua Belo Horizonte, no bairro das Rocas. A vítima, o cabo Alberto Araújo da Costa, morto com vários tiros quando seguia para casa. A segunda execução ocorreu no dia 15 (segunda-feira), em uma festa, na cidade de São Gonçalo do Amarante. Desta vez, a vítima foi o sargento André Mário Dantas. Os assassinatos continuaram. O próximo caso ocorreu no dia 26 em uma comunidade de Ceará-Mirim onde morreu o sargento José Ailton de Lima. Na madrugada da segunda-feira dia 29 foi assassinado em Genipabu, litoral norte do estado, o sargento Itagibá Maciel e no mesmo dia em uma tentativa de assalto à uma farmácia, no bairro Planalto foi executado o cabo Darlan Santana Carvalho.
No ano de 2017, foram assassinados 18 PMs no Rio Grande do Norte. A Polícia Militar marcou uma coletiva para a manhã desta terça-feira (30), no Comando Geral da PM para anunciar medidas com o objetivo de evitar mais mortes de policiais no estado. Até o meio-dia de hoje estará sendo velado, o corpo do cabo Darlan, no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, na Rua da Pitombeira, 439, Potengi, na zona Norte de Natal. Em seguida, o corpo será levado para o estado da Bahia, onde será sepultado. 
Roberta Trindade
 
 


 

Nenhum comentário