CAERN não montou plano emergencial e macauenses sofrerão com a falta d’água

O descaso da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte – CAERN com a população de Macau é algo desumano por parte da direção geral da empresa, que libera milhões de reais para construção de adutoras emergênciais que irão socorrer municípios como Mossoró e Assú, deixando os macauenses na penúria e clamando por água.
Na noite de ontem, sábado (13), o gerente da estatal em Macau, Joca Montenegro comunicou que o abastecimento seria interrompido em caráter ‘emergencial’ devido o baixo nível do Rio Piranhas/Açu, consequência da vazão diminuída na Barragem Armando Ribeiro, que opera com 11% da sua capacidade, o tal ‘volume morto’, e com a possibilidade de retorno no fim da tarde deste domingo, o que não é nenhuma certeza, afirmou Joca.
A empresa não montou um plano estratégico e emergencial para ‘acudir’ os mais de 30 mil macauenses, que vem sofrendo há mais de 5 anos com as constantes falta d’água devido a crise hídrica que assola a região Nordeste.
A verdade é que, a CAERN só está falida quahdo se trata de Macau, e o seu presidente, Marcelo Toscano que por várias vezes esteve no município somente falou, falou, falou e até hoje nada saiu do papel, dando um verdadeiro cambão na população.
Wallace Atlas 

 




LIGEIRINHO ÁGUA E GÁS. a entrega mais rápida da cidade, tel (9090) 3521-2272 /9694-8448 ou 9970 4613.comprando o seu botijão Brasil Gás, você ganha cupon e concorre a premios no final de cada mês, Av.  Centenário/ centro Macau, organização Gilmar 
 

Nenhum comentário

Publicidade

Publicidade