'Segurança é urgência', diz governador ao abrir ano legislativo no RN


Robinson Faria fez a leitura anual na abertura no ano legislativo.
Governador destacou crise prisional, que culminou com matança em Alcaçuz.

Fred Carvalho Do G1 RN
Governador do RN, Robinson Faria fez a leitura anual na abertura no ano legislativo (Foto: Ítalo Di Lucena/Inter TV Cabugi)Governador do RN, Robinson Faria fez a leitura anual na abertura no ano legislativo (Foto: Ítalo Di Lucena/Inter TV Cabugi)
O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, disse que a "urgência" da gestão dele a partir de agora é a segurança pública. Robinson fez a leitura anual durante a abertura do ano legislativa da Assembleia, na manhã desta quinta-feira (2). Ele lembrou da crise do sistema prisional, que culminou com a matança de pelo menos 26 presos da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, ocorrida entre os dias 14 e 15 de janeiro.
"A segurança pública merece um destaque especial. É a nossa urgência entre tantas outras. A conivência e a omissão no passado nos colocaram em meio à crise no sistema penitenciário brasileiro. E a minha ordem de ontem, de hoje e de sempre é não recuar. Sempre avante em nome da paz. E para que fique bem claro: este Governo não negocia com bandidos e, em hipótese alguma, vai manter ou conceder privilégios a quem não se enquadra nem respeita a lei".
Durante a leitura, Robinson Faria disse que a gestão dele investiu "mais de R$ 110 milhões na área de Segurança Pública entre recursos próprios, convênios com o Governo Federal e operações de crédito, nos últimos dois anos". E continuou: "Ampliamos em mais de 50% o percentual do orçamento em Segurança exigido por lei, aprovado por esta Casa, além de promover mais de cinco mil policiais civis e militares e quadruplicar as diárias operacionais".
Robinson lembrou que foi o governo dele que instalou bloqueadores de celular em Alcaçuz. "A instalação dos bloqueadores de celulares nos presídios do Estado é um exemplo dessa nova forma de governar. Uma decisão inédita e irreversível que nenhuma outra gestão teve a coragem de tomar".
O govenador ressaltou que o Rio Grande do Norte vai superar a crise no sistema prisional. Para isso, ele que o estado vai construir "três novos presídios em tempo recorde". Ele reafirmou que vai desativar Alcaçuz, que classifica como "maior símbolo do erro governamental e da má aplicação dos recursos públicos".
Ação social
Na leitura, Robinson também destacou outros setores do governo. O primeiro deles foi na área de ação social. "Nosso Governo conseguiu avançar reestruturando toda uma cadeia de atendimento a quem mais precisa, sem acréscimo no orçamento e em meio à mais grave crise financeira enfrentada no país".

O governador disse que já inaugurou quatro novos restaurantes populares: dois em Natal, um em Mossoró e outro em Jucurutu. "Chegaremos ao mês de março com mais quatro novas unidades em Natal, São José de Mipibu, Jardim de Piranhas e São Miguel. Quando chegarmos a essa marca, o Governo passará a oferecer o número recorde de quase meio milhão de refeições por mês ao preço de R$ 1".
Geração de emprego
Robinson Faria anunciou que o governo irá, por meio de um sistema integrado com a Junta Comercial, fazer um convênio com empresas para encaminhar pessoas em busca de uma oportunidade para o mercado de trabalho formal.

"Nesses dois anos, o nosso governo, por intermédio da AGN, Agência de Fomento do Rio Grande do Norte, mesmo diante da enorme crise econômica, conseguiu lançar o programa Microcrédito que já beneficiou mais de 50 mil trabalhadores, proporcionou 10 mil empregos diretos com mais de 6 mil financiamentos no montante de R$ 21 milhões. Um programa simples e objetivo para estimular os pequenos produtores do mercado informal em todo o estado".
Moradia
O governador disse também que pretende lançar um programa de descontos e financiamentos para comprar de casa própria aos servidores estaduais. "Lançaremos em breve o programa Moradia Cidadã Servidor, que permitirá a compra da casa própria com descontos diferenciados e financiamentos facilitados para aqueles que fazem parte dos quadros do Estado".

Turismo
Em relação ao turismo, Robinson falou o governo vai fomentar a principal atividade econômica do Rio Grande do Norte. "Entre os investimentos que vamos receber estão dois grandes complexos turísticos: o Eco Estrela, pela Dragmor Brasil, em Baía Formosa; e o hotel resort Vila Galé, em Touros – este último, de uma cadeia mundial, que estarei no lançamento da Pedra fundamental, no próximo sábado. Concedemos ainda a licença para a instalação do Teleférico de Santa Cruz, que se destaca como um dos principais destinos de turismo religioso do Nordeste".

Indústria
O governador também falou que o RN continua tentando atrair indústrias como alternativa para o crescimento da atividade econômica no interior do estado. "Com a viabilização do Polo Industrial de Goianinha, onde já funciona a cerâmica Elizabeth, foi garantida a vinda de pelo menos mais quatro grandes indústrias, duas já em obras e duas em fase de licenças. Indústrias que contam com o incentivo do RN Gás Mais, programa único no Brasil, de incentivo à indústria, criado no nosso governo".

Saneamento básico
O governador frisou que vai deixar Natal 100% saneada até o fim do mandato dele. "Neste ano, o saneamento começa a operar com a primeira Estação de Tratamento já em funcionamento, nos bairros de Candelária, Capim Macio e Lagoa Nova. Iniciaremos obras de mais duas estações e já entramos em 2017 com quase 60% da rede implantada em Natal.  Quando assumi o mandato, a Zona Norte de Natal, região mais populosa, só tinha 3% de saneamento. Agora, já supera os 50%. Em breve, vamos inaugurar o saneamento em Pium, Pirangi e Cotovelo, e ainda em Tibau do Sul e Pipa, obras em finalização que terão grande impacto na urbanização de nossas praias e no turismo".

Seca
Robinson Faria destacou também o combate à seca. "Pelo segundo ano consecutivo, enfrentamos sem trégua a maior seca dos últimos 100 anos. Avançamos ainda mais na construção da barragem de Oiticica, uma obra que vai beneficiar mais de 500 mil pessoas e concluímos a adutora do Alto Oeste, um benefício direto a mais de 200 mil moradores de 28 municípios do interior, incluindo 66 comunidades ribeirinhas na bacia do Alto e Médio Apodi". Ele disse que ampliou a perfuração de pocos, alcançando a marca de mais de 1.200 poços perfurados.

Agricultura e pesca
Robinson falou que a partir da próxima semana, o governo vai entregar 645 toneladas de sementes de milho, feijão, arroz e sorgo para mais de 48 mil agricultores de 158 municípios do estado. "Estamos investindo R$ 6,3 milhões no programa Banco de Sementes, mostrando ao produtor rural que ele é uma prioridade em nosso governo. Distribuímos 5 mil mudas para a recuperação da cadeia da cajucultura".

Ele afirmou que, após "o último parecer favorável que faltava do Ministério da Agricultura para a cessão do Terminal Pesqueiro ao Rio Grande do Norte, poderemos concluir as obras para armazenagem de 100 toneladas de peixes e gerarmos até seis mil empregos".
Educação
Para Robinson, a educação teve um "olhar diferenciado da atual gestão". "Fomos o primeiro Estado do país a implementar o piso nacional dos professores, além de conceder promoções aguardadas há uma década. Investimos pesado nos Centros Estaduais de Educação Profissional. Só em 2017 serão inauguradas sete unidades nos municípios de Natal, Mossoró, Extremoz, Ceará-Mirim, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e Alto do Rodrigues. Em 2018 abriremos mais três centros, em Natal, Macaíba e Assu".

Saúde
Robinson disse que pediu ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, apoio para a realização de um grande mutirão de cirurgias de ortopedia e trauma, como também a aquisição de novas ambulâncias do Samu e instalação de novos leitos de UTI.




 

 Drogaria Timoneiros, compromisso com a sua saúde, por trás do ginásio de esportes e agora com sua filial no CCAB em Macau, onde funcionou o aliment,s Rstaurante, Fones 3521 2300 ou 99965-0048

Nenhum comentário

Publicidade