Madrugada sangrenta em Mossoró, dois jovens assassinados no bairro Aeroporto



Francisco Adison da Costa, de 23 anos e Lucas Daniel da Silva Dantas de 21, mortos no Aeroporto, representam às 33º e o 34º mortes violentas em Mossoró em 2017.
Numa ação simultânea, cerca de 10 criminosos, fortemente armados, invadiram duas residências onde Francisco Adison da Costa, de 23 anos e Lucas Daniel da Silva Dantas de 21, dormiam e os mataram com disparos de escopeta, pistola e revolver.
Edson foi morto deitado na cama dentro do quarto, onde dormia com a família, na Rua Antônio Calistrato do Nascimento. Lucas Daniel, foi retirado de casa e morto com disparos de escopeta, num terreno baldio, na Rua Antônio Bandeira da Silva. A casa de Lucas fica nos fundos da casa de Edson e foram invadias ao mesmo tempo.
Nas duas casas os criminosos utilizaram marretas para quebrar as paredes e abrir as grades de ferro. A equipe de perícia recolheu capsulas de escopeta calibre 12, de pistola 380 e munições deflagradas e intactas de revólver calibre 38.
No local a polícia militar foi informada que Edson esteve preso até pouco tempo. Quanto a Lucas Daniel, não se tem qualquer informação. Apenas que ele era usuário de drogas.
A equipe da Delegacia de Plantão acompanhou os procedimentos e a remoção dos corpos, feitos pela equipe do Itep, sem a presença de um perito criminal. Não havia perito na escala do órgão no plantão de ontem, que só termina na manhã de hoje.
Qualquer coisa que possa ser dito representa muito pouco ou quase nada do que estar acontecendo em Mossoró, com criminosos invadindo casas durante a madrugada e matando seus desafetos. Existe uma evidencia muito forte de acerto de contas envolvendo as duas principais facções criminosas que ordenam os crimes de dentro dos presídios do Rio Grande do Norte.







 O  LojãoFortaleza  agora está em novo endereço, temos confecções e calçados para homens mulheres e crianças, além de artigos de cama mesa e banho, peças apartir de 10,00 reais
aguardamos sua visita, rua Martins Ferreira, centro Macau, vizinho a camara municipal

Nenhum comentário

Publicidade

Publicidade