Professor é preso por vender imagem de sexo explicito com criança em Mossoró

Publicidade

Professor é preso por vender imagem de sexo explicito com criança em Mossoró



Um professor de 30 anos (nome resguardado pela Polícia Federal) foi preso na manhã desta sexta-feira, 16, em Mossoró, pela prática de crimes de exploração sexual infantil.
A prisão em flagrante foi efetuada por agentes da PF durante o cumprimento uma ordem judicial de busca e apreensão na casa do professor no Planalto 13 de Maio. A operação recebeu o nome de Mefisto.
Os agentes, durante as buscas, encontraram mídias eletrônicas com pornografia infantil. O professor foi enquadrado no Art. 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente, que diz o seguinte:
“Art. 241 – Vender ou expor à venda fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito de crianças... (Eca – Lei número 8.069 de 13 de julho de 1990)”.
Além do endereço do professor, os agentes federais cumpriram ordens de busca e apreensão em outros dois lugares em Mossoró (nomes mantidos em sigilo).
Ao todo, 52 agentes cumpriram 12 mandados judiciais de busca e apreensão em endereços residenciais de 10 investigados, sendo que 7 em Natal e três em Caicó, Tibau do Sul e Mossoró.

O professor preso em Mossoró por vender ou expor a venda cenas de sexo explícito de crianças, após lavrado a prisão, ganhou liberdade mediante pagamento de fiança.


 Na festa dos seus trinta anos em Macau e região, a Flávio eletro a loja das grandes promoções, vai realiza sorteios para seu clientes que estão com suas prestações em dia, uma casa no valor de 70 mil reais, 15 mil reais para entrada do carro novo e mais 15 mil em produtos.  

Nenhum comentário

Publicidade