RN tem o mês de janeiro mais chuvoso desde 2011, diz Emparn

Informação foi divulgada nesta quarta-feira (3).
Estado enfrenta o pior período de estiagem dos últimos 100 anos.

Do G1 RN

As boas chuvas ocorridas durante o mês de janeiro, ocasionadas pela presença de um vórtice ciclônico de ar superior de longa duração, fizeram do primeiro mês de 2016 o mais chuvoso desde 2011. A afirmação é da Gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn).

Ainda segundo a Emparn, “o monitoramento diário e mensal das principais variáveis oceânicas/atmosféricas que influenciam na ocorrência das chuvas no Nordeste tem mostrado uma evolução favorável. Isso fica evidente no comportamento do Oceano Atlântico, onde as águas superficiais do setor norte tem se apresentado mais frias do que o normal, e o setor sul continua com águas mais aquecidas”.
Também foi observado que no Oceano Pacífico o fenômeno El Niño, que durante os meses de outubro e novembro de 2015 se destacava como um dos mais intensos dos últimos 30 anos (similar ao episódio de 1997/98), atualmente se apresenta na condição de fenômeno moderado, mantendo a tendência de normalidade a partir do próximo mês de maio.
“Os centros de alta pressão sobre o hemisfério Norte fortalecem os ventos, tanto sobre o Oceano Pacífico, mantendo a tendência de resfriamento das águas superficiais na região do El Niño, como sobre o Atlântico Norte, fortalecendo os ventos Alísios de Nordeste e ajudando na descida da Zona de Convergência Intertropical”, explica a Emparn.
Tendência
Para o período atual, entre 3 e 10 de fevereiro, a previsão é de ocorrência de chuvas. Os valores acumulados devem variar entre 30 milímetros no Agreste e Litoral Sul, 40mm na Região de Mossoró e acima de 60mm nas regiões Central, Seridó, Alto Oeste, Litoral Nordeste e Grande Natal.





Publicidade

LIGEIRINHO ÁGUA E GÁS. a entrega mais rápida da cidade, tel (9090) 3521-2272 /9694-8448 ou 9970 4613.comprando o seu botijão Brasil Gás, você ganha cupon e concorre a premios no final de cada mês, Av.  Centenário/ centro Macau, organizaçã Gilmar

 

Sesap registra aumento de 37,57% de notificações de casos suspeitos de dengue no RN

aedesA Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou, nesta quarta-feira (3), a situação epidemiológica da dengue, zika e febre chikungunya no Rio Grande do Norte. Os números são referentes à semana epidemiológica 4, com dados coletados até 30 de janeiro.
Até o momento foram notificados 1.820 casos suspeitos de dengue, o que revela um aumento de 37,57% de notificações em relação ao mesmo período do ano passado. Do total de casos suspeitos, até agora foram confirmados 111 casos.
O número de óbitos confirmados para a dengue em 2016 chegou a 10, número menor que o ano passado, que no mesmo período já registrava 28 óbitos.

Nenhum comentário

Publicidade