Caso da chacina de mulheres em Itajá tem reviravolta

mulheres
O caso das cinco mulheres assassinadas em junho de 2015, na cidade de Itajá, pode sofrer uma grande reviravolta. De acordo com investigações da polícia, o acusado de ser o mandante da chacina que havia sido preso no dia seguinte ao crime, não teria qualquer envolvimento com as mortes. O pedreiro Francisco de Assis Junior foi acusado pela própria irmã de ser o mandante do crime.
Francisco-de-Assis-Júnior1
Em depoimento à polícia, a irmã afirmou que Francisco seria sócio do prostíbulo onde as vítimas trabalhavam e foram mortas. Mas, a polícia acredita que a irmã de Francisco inventou toda a história. Em entrevista, homem que foi preso suspeito de matar as mulheres fala sobre o caso. Confira aqui.




  OS MELHORES PREÇOS VOCÊ ENCONTRA AQUI

OS MELHORES PREÇOS VOCÊ ENCONTRA AQUI


 Publicidade
Cento médico Macau e Prolab mais espaço e serviços para a população
Centro médico Macau e Prolab mais espaço e serviços para a população


O Centro Médico Macau e o Laboratório Prolab ampliam o leque de serviços à população,  com o Centro de Diagnóstico por Imagem, realizando exames de Raio X, Mamografia e Ultra Som, entre outros. oferecendo serviços médicos de excelência através de uma equipe especializada.
Maiores informações no Centro Médico e Laboratório Prolab –  na Rua Amaro Cavalcante, 122, centro, ou nos telefones: 3521-2370 e 3521-2203.
 

Nenhum comentário